Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

Anuncios judiciais (1)

Na maioria dos estados, os juízes do Supremo tribunal Estadual são eleitos directamente pelo povo. Tradicionalmente estas eleições eram discretas e pouco notadas, com budgets mínimos e poucos, ou nenhuns anúncios. No entanto, a situação tem mudado radicalmente nos ultimos anos, devido não só à importância crescente dos media, mas sobretudo pela polarização crescente em torno de alguns assuntos que estes juízes resolvem: o casamento gay e o aborto.

 

Colocados desta maneira no centro das culture wars, os juízes viram as suas eleições cada vez mais escrutinadas pelo público, media e grupos politicos. E assim, temos hoje campanhas profissionais para as eleições de juízes, com orçamentos cada vez maiores, angariação de fundos e grupos exteriores. E anúncios negativos e de ataque, sobretudo em campanhas de "retenção", onde os eleitores são chamados a decidir se determinado juiz do Supremo deve continuar ou ser retirado da sua posição.

 

Alguns exemplos, começando neste post pelos positivos:

 

Tom Edwards, para o Supremo Tribunal do Alabama. Notem as referências religiosas:

 

 

Nels Swandal para o Supremo Tribunal do Montana. Notem as referências à vida de agricultor, e a defesa de rumores sobre a sua imparcialidade politica:

 

 

Mary jane Trapp para o Supremo Tribunal do Ohio. Recomendada por grupos judiciais:

 

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

James Anderson: A real attorney

James Anderson é candidato ao cargo de procurador-geral do Alabama. Neste divertido (e astuto) anúncio, pega no tema das estratégias eleitorais, com vários estrategas politicos a aconselharem uma série de ideias "standard" na industria, para no fim resolver ir apenas com o seu curriculo:

 

 

 

A ideia a passar é, obviamente, a de um candidato "honesto" e "genuíno", que não necessita de estratégias mirabolantes para ser eleito. E no entanto, essas mensagens passam quase subliminarmente no início: pai de família, duro contra o crime, filho de um pastor. É muito bem pensado.

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

RNC: No more Frankens

Este anúncio, da responsabilidade do Republican National Committee, foi lançado pouco antes das mid-terms em Novembro. Insinua que o Senador Al Franken, que ganhou umas muito disputadas eleições no Minnesota por uma margem extremamente reduzida, terá cometido fraude e roubado a eleição, solicitando contribuições para um fundo, designado No more Frankens, para que tal não volte a acontecer.

 

 

 

 

 

A questão é: o senador não concorria às eleições de Novembro, pelo que o destino desse fundo é incerto, e este anúncio pode ser considerado bastante enganador. Tendo em conta que é produzido pelo próprio Partido Republicano, não deixa de ser curioso que recorram a este tipo de estratégias.


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011

As guerras do casamento (1): Gathering storm

Um dos debates mais acesos nos EUA nos ultimos anos tem sido sobre o casamento gay, que tem sido proposto à votação em vários estados. O facto de ser uma batalha estado a estado através de referendos e propositions tem proporcionado uma autêntica guerra de anúncios de organizações independentes, que degladiam argumentos em alguns dos melhores e mais imaginativos anuncios que se têm visto.

 

O anuncio que se segue, lançado pelo grupo conservador Nation for marriage, foi aquele que mais furor provocou, assim como mais paródias. O tom é, digamos, apocalíptico, e procura avisar das terríveis consequências para a liberdade de consciência que a aprovação do casamento gay traria:

 

 

 

O tom e os argumentos deste anuncio são de tal modo exagerados, e o apelo ao medo e à homofobia tão descarados, que se tornou uma sensação nacional, tendo inspirado um sem fim de críticas e, sobretudo, paródias implacáveis e mortíferas que rapidamente o tornaram um autêntico tiro no pé para a organização. Esta é uma dessas paródias, feita com actores bastante conhecidos:

 

 

 

 

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Os gozo dos ditadores

Anuncio da campanha presidencial de 2008 do grupo conservador Our country deserves better PAC. Procura passar a mensagem que Obama é um ingénuo ao procurar a diplomacia com os países adversários e inimigos. Insere-se na narrativa republicana, iniciado por John McCain, da falta de experiência de Obama em assuntos internacionais, e que qualquer tentativa de conversações é numa cedência por parte dos EUA que enfraquece os seus interesses.

 

 

 

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

O ataque da Pelosi gigante!

Uma pérola, muito vintage americana, do grupo conservador Right Change:

Passou na Pennsylvania como apoio à candidatura de Tim Burns, que, apesar dos lasers, perdeu.


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011

Gabrielle Giffords

Da sua recente campanha:

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011

North Dakota: o contraste dos estilos

John Hoeven, candidato Republicano para o senado pelo Dakota do Norte, e antigo governador, tinha a eleição mais do que assegurada. Como acontece nestas ocasiões, sem um adversário à altura, permitiu-se fazder uma campanha exclusivamente positiva, do mais convencional que há: crianças, tipos da construção civil, casais jovens, séniors, militares etc etc. Até o bigode é convencional. Um par de exemplos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contra ele, sem qualquer hipótese, concorria o democrata Tracy Potter. Quando uma eleição está perdida à partida, o candidato mais fraco não pode esperar ter grandes apoios do seu partido. Esses recursos são investido em corridas que valham a pena. Resta-lhe então, com pouco dinheiro, tentar chamar a atenção com um anúncio polémico, ou disparatado, ou de ataque desesperado. Mas não Tracy Potter. Este fez um anúncio diferente, pouco convencional pelos padrões americanos actuais, mas sem cair no ridículo. Chamaram-lhe "o anuncio mais cool da campanha":

 

 

 

 

 

Não parece ser a mesma eleição no mesmo estado, mas fica o anúncio progressista. Perdeu 76-22, mas perdeu com estilo.


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011

Uma cara bonita e uma metralhadora...

...o que é que uma candidata Republicana ao Congresso precisa mais?

 

 

 

 

 

Ah, pois, cortar impostos. É importante cortar impostos. Mas não tanto como disparar.

___

 

Pamela Gordon, após uma carreira no congresso e senado estaduais do Arizona, concorreu às primárias Republicanas desse estado, tendo perdido para Ben Quayle (filho de Dan Quayle), que viria a ganhar as eleições gerais. O uso e exibição de armas, apesar de, hum, claramente exagerado neste anúncio, é bastante habitual em candidatos conservadores que apelam ao eleitorado da extrema direita, que vive com o medo de que estas sejam "tiradas" (leia-se reguladas) pelos "liberais". Parece um disparate para o resto do mundo (e é), mas trata-se uma mensagem para uma faixa do eleitorado muito específica, e a aprovação pela NRA (National Rifle Association) é essencial para qualquer candidato Republicano, sobretudo em estados conservadores e do interior.


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

O triunfo dos marrões

Este anúncio foi a jóia da coroa da campanha de Rick Snyder, candidato Republicano a governador do Michigan. Explorando o lado sempre popular  de outsider da politica, tem no entanto a originalidade de se concentrar nas qualidades de "marrão" (Nerd) do candidato para fazer passar a mensagem - embora, à boa maneira Republicana, o palavra "tough" esteja sempre presente.

De qualquer maneira, é positivo ver um candidato promover as suas capacidades intelectuais como argumento de campanha. Especialmente um Republicano.

 

 

 

 


publicado por Vega9000 às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

pesquisar

 

Contacto

nsalgueiro@gmail.com

posts recentes

Anuncios judiciais (1)

James Anderson: A real at...

RNC: No more Frankens

As guerras do casamento (...

Os gozo dos ditadores

O ataque da Pelosi gigant...

Gabrielle Giffords

North Dakota: o contraste...

Uma cara bonita e uma met...

O triunfo dos marrões

últ. comentários

Pois eu acho que é de continuar...
Obrigado a todos. Isto está em pausa enquanto deci...
e não fazes mais? eu gostei.:-)
Eu n tenho nada a ver com os bacanos do aspirina, ...
Vim espreitar o blog do comentador mais simpático ...
:)))
Um bocadinho paranóico, não? Tem exemplos de algum...
Correccao: o uso de armas ja e regulado nos EUA.Os...
No actual Partido Republicano, alguém gabar-se do ...
:)))[Interessante o remate: "especialmente um Repu...

tags

republicano(40)

senado(25)

democrata(23)

primárias(17)

governador(13)

congresso(11)

alabama(7)

nevada(6)

presidenciais(6)

florida(5)

arizona(4)

california(4)

histórico(4)

ohio(4)

califórnia(3)

carly fiorina(3)

conservador(3)

dnc(3)

pennsylvania(3)

alexis giannoulias(2)

todas as tags

arquivos

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Blogs recomendados

Statcounter

blogs SAPO

subscrever feeds